Header Ads

Morre a publicitária Sandra Sibele aos 46 anos vítima de câncer

Foto: Edezio Roque
A publicitária, radialista e apresenta de TV Sandra Sibele Dantas Ferreira, morreu as 0h10 desta quarta-feira (22), no Hospital Napoleão Laureano, na capital paraibana.  A informação foi confirmada pela filha de Sandra ao maispatos.com. Ela estava internada em estado grave desde o início do mês de fevereiro. 

Sandra Sibele tinha 46 anos de idade e em 2012 descobriu uma câncer no pulmão. “Eu senti umas dores no peito e passei mal um dia, fui procurar um médico e descobri um câncer no pulmão, logo eu que nunca fumei”, disse na época.

Durante os cinco anos de tratamento ela reagiu bem às sessões de quimioterapia e mesmo com a perda de cabelo, Sandra foi otimista e manteve uma vida normal. No final do ano de 2016, ela descobriu que estava com metástase no cérebro (células cancerígenas provenientes do câncer no pulmão) a partir daí, seu estado clínico teve uma piora em poucos meses a doença se alastrou por outras partes do corpo.

Em 19 de janeiro de 2017, Sandra sentiu-se mal e foi socorrida às pressas para a cidade João Pessoa após sofrer duas paradas cardíacas e convulsões.  Em poucos dias seu estado clínico piorou significativamente enquanto era tradada através de medicamentos e radioterapia. No início do mês de fevereiro Sandra foi socorrida novamente ao Hospital Napoleão Laureano onde foi diagnosticada com câncer terminal.

Seus últimos dias no hospital foi acompanhada das filhas Andreza e Dandara e visitada diariamente por dezenas de pessoas.

SUA VIDA ARTÍSTICA E PESSOAL

Natural da cidade de Caicó – RN, Sandra era conhecida como multiprofissional pela habilidade de desempenhar diversas funções na vida artística e profissional. Ela contou tudo sobre sua história durante uma entrevista exclusiva ao programa Puxincoi da TV SOL, exibido em abril de 2016. Assista.


A LUTA CONTRA O CANCER

Quando descobriu a doença, Sandra Sibele tinha uma rotina de trabalho intensa em sua agência de publicidade e alguns programas televisivos que eram exibidos na TV Borborema e TV Tambaú, ambas filiadas do Sistema Brasileiro de Telecomunicação (SBT). Ela também havia criado um SPA que funcionava no Shopping Guedes. “Deixei um pouco o trabalho de lado e fui cuidar de minha saúde”, disse ela em entrevista a um programa de televisão local.

Logo nos primeiros meses de tratamento contra o câncer Sandra passou a integrar um grupo formado por mulheres que foram acometidas e outras que já superaram algum tipo de câncer, o grupo "Amigas Viva a Vida" já existe a dez anos e foi lá que Sandra buscou apoio psicológico para enfrentar a batalha contra a doença.




Sibele foi bastante engajada no grupo e participou de campanhas importantes a exemplo da ‘Doe Cabelo dê Alegria’, uma campanha que incentivava a doação de cabelos para confecção de perucas infantis que foram doadas ao Hospital Napoleão Laureano.

Mais Patos