Header Ads

Tamanho dos camarotes do São João de Patos pode parar na justiça

Foliões que vão brincar o São João de Patos e que compraram camarotes estão se sentindo lesados pela organização após verem o tamanho dos espaços comercializados.

A revolta dos forrozeiros parte do preço e tamanho dos espaços privilegiados, pois os camarotes de baixo foram vendidos a R$ 5.500,00 e tem o dobro do espaço dos camarotes superiores que foram vendidos ao preço de R$ 6.000,00.

A surpresa dos forrozeiros partiu do momento em que eles foram montados. Muitos não sabiam. A revolta é tamanha e nos grupos de Whatsapp não se fala em outra coisa.



QUE DISSE OS BOMBEIROS
O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Saulo Laurentino, só recebeu a documentação e durante o final da tarde desta segunda-feira(18), véspera do evento, realizou vistoria. Ele informou que o máximo que o espaço superior permite pelas normas técnicas é de 12 pessoas.

Saulo disse que a venda do camarote é acordada entre as partes, quem compra e quem vende, e o Corpo de Bombeiros não é responsável pela dimensão do espaço. “Não temos como dimensionar estes espaços. Dedes que seja apresentado uma documentação de Termo de Responsabilidade Técnica pelo engenheiro responsável, dizendo quantas a estrutura suporta.

No entanto, forrozeiros dizem que 12 também não cabe, pois eles costumam levar cooler, mesas comidas e bebidas, o que tudo toma espaço.


PESSOAS PREJUDICADAS
A reportagem por Portal 40 Graus foi informada que na tarde desta segunda-feira (18), muitos que se sentiram prejudicados foram até a Delegacia de Polícia Civil para prestarem Boletim de Ocorrência, pois vão acionar a coordenação, e se necessário a Justiça para reaver valores já que compraram por um espaço para 16 pessoas.

Os camarotes foram vendidos para comportarem 16 pessoas, mas os foliões alegam que é impossível caberem 16 pessoas nos espaços superiores.

Até o momento, a coordenação do evento, através da Fundação Cultural de Patos (FUNDAP), ainda não se pronunciou.


Portal 40 Graus
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook
Tecnologia do Blogger.