Há 25 anos morria Ayrton Senna, vítima de acidente no GP de Fórmula 1 - PATOENSE.COM - O Portal de Notícias do Grupo Patoense

Há 25 anos morria Ayrton Senna, vítima de acidente no GP de Fórmula 1


Há exatos 25 anos, o Brasil perdia seu maior piloto e um dos grandes ídolos nacionais. No dia primeiro de maio de 1994, Ayrton Senna não conseguiu contornar a fatídica curva Tamburello e se chocou violentamente no muro de concreto do autódromo de Ímola, na Itália, durante o GP de San Marino. Horas depois veio a notícia que ninguém gostaria de ouvir: a morte do brasileiro tricampeão de Fórmula 1.

Na ocasião, o Brasil sentiu muito a perda de Senna. Era uma época em que o país estava desacreditado por conta do que acontecia nas áreas política e econômica. Em meio ao conturbado momento interno, Ayrton percorria o mundo e levantava a bandeira de sua pátria a cada vitória, fazendo com que todos os brasileiros se sentissem vitoriosos de alguma forma.

Neste primeiro de maio de 2019, 25 anos após o dia que entristeceu o mundo e sobretudo o Brasil, a Gazeta Esportiva relembra a carreira de Ayrton Senna, um dos brasileiros que mais orgulhou seu povo.

Ayrton Senna nasceu no dia 21 de março de 1960 na Maternidade de São Paulo, próximo ao centro de São Paulo. Criado no bairro Jardim São Paulo, na Zona Norte da capital paulista, logo se interessou pelo automobilismo. Incentivado por seu pais, o Sr. Milton, Senna ganhou o primeiro kart, que tinha motor de máquina de corta grama, aos quatro anos. Nutrindo cada vez mais a paixão por guiar, aos nove já conduzia jipes nas estradas de terra das propriedades agrícolas de seu pai.

A habilidade do garoto em dirigir impressionou a família, e, aos 13 anos, começou a participar de competições de kart. Em sua primeira competição oficial, realizada no kartódromo de Interlagos, Ayrton mostrou que seus parentes não tinham somente uma impressão ao vencer a corrida.

Mostrando um repertório incrível no kart, Senna foi campeão paulista (1976), brasileiro (1978, 1979 e 1980) e sul-americano (1977 e 1980), tudo isso antes dos 20 anos. O mundial, entretanto, bateu na trave, tanto em 1979 quanto em 1980, quando foi vice. Com os resultados, o brasileiro ganhou uma chance na Fórmula Ford 1600.

Sonho brevemente interrompido
Em 1981, Ayrton começou sua trajetória vitoriosa na Europa ao vencer o campeonato inglês de Fórmula Ford 1600 (12 vitórias em 20 corridas). Apesar do desempenho avassalador, Senna não teve o apoio de patrocinadores e decidiu abandonar o automobilismo, voltando ao Brasil para administrar a loja de material de construção de seu pai em São Paulo.

O tempo em seus país, no entanto, durou pouco. Logo no ano seguinte, retornou à Europa para ser campeão europeu e britânico de Fórmula Ford 2000 (22 vitórias em 27 corridas). Subindo cada vez mais, Ayrton ganhou uma chance na Fórmula 3, onde levantou o caneco mais uma vez ao somar treze triunfos em 21 provas, sendo nove delas consecutivas.

Tido como um dos pilotos mais promissores do mundo, Senna dirigiu seu primeiro carro de Fórmula 1 em 1993, quando bateu o recorde da pista de Donington Park até então com a Williams.

Gazeta Esportiva

Há 25 anos morria Ayrton Senna, vítima de acidente no GP de Fórmula 1 Há 25 anos morria Ayrton Senna, vítima de acidente no GP de Fórmula 1 Reviewed by Redação on 08:40:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.