MPPB pede arquivamento de procedimento criminal contra prefeito do Vale do Piancó - PATOENSE.COM - O Portal de Notícias do Grupo Patoense

MPPB pede arquivamento de procedimento criminal contra prefeito do Vale do Piancó


O Ministério Público da Paraíba (MPPB) apresentou, nesta terça-feira (7), para apreciação do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), a promoção do primeiro arquivamento de um procedimento investigatório criminal, em função do cumprimento do acordo de não-persecução penal celebrado pela instituição ministerial.

O acordo foi firmado em outubro do ano passado, entre o MPPB e prefeito de Serra Grande, Jairo Halley de Moura Cruz, para conferir resolutividade às investigações nos autos do procedimento instaurado pelo MPPB e que tinha como objeto a apuração de representação feita pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Itaporanga contra o prefeito, por ele ter se negado, dolosamente, a apresentar dados técnicos indispensáveis à propositura de ação civil pública, apesar de reiteradas requisições da promotoria local. A Promotoria de Itaporanga investigava irregularidades em um processo licitatório realizado na gestão anterior.

O acordo de não-persecução penal é um instrumento previsto nas Resoluções do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) de números 181 e 183/2017, para ser celebrado em casos de crimes de baixo potencial ofensivo, que não se enquadram na Lei Maria da Penha; que tenham sido praticados sem violência ou grave ameaça à vida; que tenham pena mínima cominada inferior a quatro anos e quando há a confissão formal e circunstanciada por parte do investigado, dentre outros requisitos, e mediante a autorização do poder Judiciário. Por ter atendido aos requisitos exigidos, o acordo foi homologado pelo desembargador Joás de Brito Pereira, no final de abril.

Ajustes firmados
O pedido de arquivamento do procedimento investigatório criminal requisitado pelo MPPB se deve ao cumprimento, por parte do prefeito, dos ajustes firmados no acordo de não-persecução penal, que consistem no pagamento da prestação pecuniária no valor de R$ 3 mil ao Fundo de Direitos Difusos da Paraíba (FDD) e na apresentação de resposta ao ofício do procedimento administrativo em tramitação na Promotoria de Itaporanga, dentro do prazo acordado.

O FDD é um fundo de natureza contábil, criado pela Lei 8.102/2006, e administrado, econômica e financeiramente, por um conselho gestor, formado por integrantes do MPPB, da Assembleia Legislativa, da Procuradoria-Geral do Estado e pela Ordem dos Advogados do Brasil. Seu objetivo  é arrecadar e gerir recursos financeiros que serão destinados exclusivamente na implementação de projetos sociais e políticas públicas em benefício da sociedade paraibana, como forma de ressarcir a coletividade por danos causados ao consumidor, aos bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, cultural, turístico, paisagístico, infração à ordem econômica e outros direitos e interesses difusos e coletivos, no território do Estado da Paraíba.

Assessoria
MPPB pede arquivamento de procedimento criminal contra prefeito do Vale do Piancó MPPB pede arquivamento de procedimento criminal contra prefeito do Vale do Piancó Reviewed by Redação on 13:04:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.