Policiais acusados de duplo homicídio são condenados a mais de 45 anos de prisão - PATOENSE.COM - O Portal de Notícias do Grupo Patoense

Policiais acusados de duplo homicídio são condenados a mais de 45 anos de prisão


Os policiais Francisco Renato Pereira Júnior e José Alênio Leal Bezerra, civil e militar respetivamente, ambos naturais do estado do Ceará, foram condenados a 45 anos e 10 meses, cada, pelas mortes de Carlos Batista Pereira e Cícera Pereira da Silva, crimes praticados no dia 23 de abril do ano de 2010, na rua Antônio de Sousa Mangueira, na cidade de Santana de Mangueira, localizada na região do Vale do Piancó. Segundo o Ministério Público, o crime foi praticado por encomenda, mas o suposto mandante não foi identificado, durante as investigações. Em virtude da reforma, que está sendo realizada no auditório do Fórum local, o júri foi realizado no plenário da Câmara dos Vereadores, localizada no centro da cidade de Conceição. Os dois réus já trabalharam na cidade de Conceição. O júri teve início na manhã desta terça-feira (14) e só foi acabar por volta das 5 horas da manhã desta quarta-feira (15).

De acordo com a peça acusatória, conduzida pelo promotor de justiça Romualdo Tadeu e defendida pelo promotor de Justiça Lean Matheus de Xerez no Tribunal do Júri, os dois praticaram o duplo homicídio por encomenda, mas o suposto mandante não foi identificado, durante as investigações.

Ainda segundo o Ministério Público, na ocasião, os réus também teriam efetuado disparos contra um neta das vítimas de apenas 2 anos de idade. Porém, a criança resistiu aos ferimentos e foi socorrida, momentos depois para um hospital da região, onde recebeu atendimento e resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo a acusação, os acusados estariam ainda procurando o filho das vítimas, identificado como Cícero Batista Pereira, mais conhecido como “Filhinho”. Porém, ele não se encontrava no imóvel.

Já a defesa levou para o júri a tese de Negativa de Autoria. Segundo os advogados de defesa, em tese defendida no júri, as supostas provas teriam sido montadas para incriminar os dois réus, mas segundo eles, os réus sequer estiveram na cidade de Santana de Mangueira na noite do duplo homicídio. Ainda segundo a defesa, os dois réus bebiam juntos na cidade de Porteira, de onde foram até a cidade de Conceição. Eles chegaram no início da noite, estiveram na Companhia de Polícia Militar, em seguida tomaram algumas cervejas na cidade e retornaram para o estado do Pernambuco, chegando antes das 22 horas, conforme a defesa. Assim, segundo a defesa, os dois sequer estiveram na cidade de Santana de Mangueira na noite do crime. .

Durante o júri o promotor de justiça, Lean Matheus de Xerez , apresentou uma tese, que foi capaz de convencer Corpo de Jurado a condenar os réus pelos crimes de duplo homicídio qualificados.

Diante do que foi exposto pela defesa e acusação e decido pelo Corpo de Jurado, o juiz Antonio Eugênio condenou os dois réus a 45 anos de 10 meses de prisão, cada, pelo duplo homicídio.

Os dois foram levados para a sede do 6º Polícia Militar, na cidade de Cajazeiras, onde cumprirão as penas.

Os advogados de defesa devem recorrer das sentenças.

Vale do Piancó Notícias
Policiais acusados de duplo homicídio são condenados a mais de 45 anos de prisão Policiais acusados de duplo homicídio são condenados a mais de 45 anos de prisão Reviewed by Medeiros on 20:04:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.