Militar da segurança presidencial testa positivo para Covid-19 e é internado - DIÁRIO PATOENSE - O Portal de Notícias do Grupo Patoense

Militar da segurança presidencial testa positivo para Covid-19 e é internado





Um militar lotado na Presidência da República e que acompanha o presidente Jair Bolsonaro em viagens pelo país foi diagnosticado com a Covid-19 na noite de quarta-feira. Ele está internado no Hospital de Base de Brasília. A informação foi confirmada pela mãe do militar ao GLOBO.

O militar que contraiu o vírus é o capitão da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Ari Celso Rocha Lima de Barros. Ele atua na Coordenação-Geral de Operações de Segurança Presidencial, vinculado ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI), comandado pelo ministro Augusto Heleno, que também foi diagnosticado com a doença.


Segundo a mãe do militar, Julmar Rocha Lima de Barros, Ari relatou que começou a sentir sintomas da doença quarta-feira e se dirigiu ao hospital durante a noite. Ela afirma que seu filho foi diagnosticado com a doença e, em seguida, internado.

Julmar disse que militares da PM do DF entraram em contato com ela por telefone e lhe informaram que seu filho passou a noite bem e dormindo.

- Eles me ligaram e disseram que era para eu não me preocupar porque ele passou a noite bem. Eles disseram que ele pediu para me tranquilizar. Eu vou visitá-lo hoje à tarde - disse Julmar.

Ari Celso atua na segurança presidencial desde fevereiro de 2019. Ele não esteve na comitiva de Bolsonaro durante sua viagem aos Estados Unidos, mas, de acordo com o Portal da Transparência, acompanhou o presidente em diversas viagens pelo país, como para o Guarujá, em fevereiro deste ano. Vinte e três pessoas que participaram da viagem de Bolsonaro aos Estados Unidos foram diagnosticadas com a doença. Questionado sobre seus exames relativos à Covid-19, Bolsonaro afirmou que já fez dois testes e que os dois deram negativo para a doença.

Já segundo o GSI, o militar foi diagnosticado com a doença no dia 22 de março. Ele estaria em quarentena há aproximadamente 15 dias pois viajou de Brasília para São Paulo no mesmo voo do secretário de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten.

Como Wajngarten foi diagnosticado com a doença após esse voo, 36 pessoas que estavam no avião foram colocadas em isolamento, entre elas o militar.

De acordo com a colunista do jornal O GLOBO Bela Megale, durante a viagem, Wajngarten se recusou a seguir as orientações para utilizar uma máscara apesar de ter acabado de retornar de uma viagem aos Estados Unidos e apresentar sintomas de gripe.

Ainda segundo o GSI, como estava em isolamento, o militar não teve mais contato com o presidente Jair Bolsonaro desde então.

O GSI informou que, como o militar apresentou sintomas no decorrer da quarentena, ele fez o teste para a doença, que deu positivo. Ari, segundo o GSI, teve piora no seu quadro de saúde e foi internado no Hospital de Base de Brasília.

Ainda de acordo com o GSI, segundo a última atualização médica, o quadro do militar era estável e ele respirava sem a ajuda de aparelhos.
Militar da segurança presidencial testa positivo para Covid-19 e é internado Militar da segurança presidencial testa positivo para Covid-19 e é internado Reviewed by Redação on 21:19:00 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.