Toalhas viram febre em Patos; a mais vendida é a de Lula, disparadamente - PATOENSE.COM

Toalhas viram febre em Patos; a mais vendida é a de Lula, disparadamente


A febre de toalhas com rostos de candidatos que tomou conta do Brasil já é vista também na Capital do Sertão, Patos, no interior da Paraíba. No Centro Comercial Darcílio Wanderley, já é possível encontrar os produtos que revelam o quanto a campanha presidencial está polarizada neste ano.

Quem procura, apenas encontra toalhas com estampas de Lula e Bolsonaro. E de acordo com um vendedor, ninguém nunca lhe procurou para comprar de outro candidato.

Os preços são variados. É possível encontrar de R$ 15,00 até R$ 28,00 com uma malha um pouco mais trabalhada e com estampas diferenciadas.

As tolhas vendidas dentro do Mercado Público são encontradas de R$ 15 e R$ 17, uma toalha estampada com o rosto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou de Bolsonaro.
 
O produto também é encontrado nos semáforos ou fora do Centro Comercial, onde estão sendo vendidas peças por valores que variam entre R$ 20 e R$ 28. Até chegarem às mãos e ao restante dos corpos dos clientes, as toalhas se desenrolam por aí.

Comerciantes como João Vistor normalmente encomendam as toalhas pela internet, em sites de pequenas e médias empresas que trabalham com impressões em brindes ou com vendedores avulsos no Mercado Livre ou no Shopee. Quanto mais se pede, menos se paga. Em grandes quantidades dá para negociar cada unidade a R$ 10. Enquanto uns choram, outros secam as lágrimas.

Mas, uma coisa todos os vendedores que conversaram com o Portal 40 Graus foram unânimes em afirmar: a toalha disparadamente mais vendida é a de Lula. Um vendedor chegou a dizer que na sua barraca são 7 toalhas de Lula vendidas para uma de Bolsonaro.

“Muitos brincam e pedem para gente deixar de vender a toalha do presidente, mas é nosso ganha pão”, disse um vendedor.

Quem foi visto comprando a sua foi Álvaro Dantas que depois postou nas redes sociais. Ele não só comprou a tolha de Lula como também o boné, outro produto que é encontrado ao preço de R$ 20,00, seja de Lula ou Bolsonaro.
 

Comércio vindo de fora


Aproveitando o período de festas juninas na cidade de Patos, a vendedora Maria da Conceição veio de Fortaleza-CE, direto para cá, a fim de embalar as vendas que, segundo ela, estão muito boas na Capital do Sertão.

Estando em Patos desde o último domingo (19), ela disse que pretende ficar por aqui até o próximo domingo (26), mas podendo até estender sua estada na cidade por mais tempo caso as vendas aumentem.
 
Maria que vende mais produtos que os demais comerciantes da cidade, como bonés, camisetas, bandeiras, bandanas, toalhas e outros, todos com fotos de candidatos, tem uma variedade maior não só de produtos, mas também de candidatos.

Na banca dela é possível encontrar produtos com a foto de Ciro Gomes. Ela disse que estes são os mais procurados pelos eleitores. “Ninguém nunca procurou de outros não”, revelou Maria.
 
Para ela, só pelas vendas, é possível dizer que realmente a campanha está polarizada entre Lula e Bolsonaro.

A exemplo de outros locais da cidade, ela confessou que a venda com o rosto de Lula está disparada e pouco tem sido vendido com a foto do presidente da República.

“Ando por cidades de todo o Nordeste e tem sido assim. Lula é recordista em vendas. Aqui em Patos por exemplo, em segundo, para minha surpresa, tem sido a procura por produtos com o rosto de Ciro Gomes”, disse ela, que acrescentou que muitos que passam pela Praça Edivaldo Motta onde está instalada, até gritam de seus veículos demonstrando a sua preferência política.

A vendedora achou que os patoenses gostam muito de política, pois há sempre um ou outro que expressa seu voto logo de cara ou até sua rejeição.

Produção de toalhas; a de Lula sai mais

Há quem produza as toalhas de forma um pouco diferente. As de Eduardo, da Snark Brindes, do bairro Chora Menino, de São Paulo, são 70% algodão e 30% poliéster. "Com menos algodão, a pessoa nem se seca direito, só se arranha. A arte também é importante. Se vier com resolução baixa, a foto do Lula fica parecendo a do Lula Molusco", brinca.
 
Em geral, as empresas que vêm produzindo toalhas com fotos de Lula, Bolsonaro e outros pré-candidatos à Presidência começaram a receber orçamentos no final do ano. Os pedidos ganharam força de fevereiro para cá. Na média, são cinco encomendas de 10 unidades por dia, principalmente para revenda na rua.

Tanto nos pedidos para produção quanto no comércio de rua ou pela internet, a toalha com a foto de Lula é mais pedida. Evelyn, lojista do comércio popular do centro do Rio, diz que a cada dez dias precisa pedir mais toalhas do petista ao seu fornecedor. "Do Bolsonaro encalhou."
 
A cada dez, oito são de Lula e duas de Jair. "Do Ciro nem vale a pena encomendar", explica ela, na loja Virou Tendência, que vendeu 400 unidades na última semana — 320 lulistas e 80 bolsonaristas.
 
Você também pode enviar informações à redação do portal PATOENSE pelo e-mail: contato@patoense.com
Toalhas viram febre em Patos; a mais vendida é a de Lula, disparadamente Toalhas viram febre em Patos; a mais vendida é a de Lula, disparadamente Reviewed by Redação on 23.6.22 Rating: 5

Nenhum comentário:

Obrigado por comentar.

Tecnologia do Blogger.